l’amour

Um cineasta que sempre procura ressaltar em seus filmes que somos vorazes produtores e consumidores de imagens é Jean-Luc Godard. Em L’amour, pequena jóia feita em 1967 para a coletânea italiana de episódios Amor e Raiva (só lançada em 1969), é colocada em cena exatamente a questão do olhar imagens.

No filme, um homem e uma mulher observam um casal como se estivessem vendo um filme. “Se somos testemunhas, somos observadores”, eles dizem. Mais tarde se assumem com “espelho” e “reflexo” daquelas imagens. Como James Stewart em sua janela, a dupla de observadores é produtora e consumidora, é quem recebe e imediatamente dá vida às situações vistas. Uma imagem que fala de outra imagem.

Em determinado momento, o casal observado fecha a porta da casa.

Ele: Vamos ver as imagens pela última vez.

Ela: Não dá, a porta está fechada.

Ele: Então vamos ouvir as imagens.

ouvindo as imagens em l'amour

Olhar imagens no cinema também é ouvir imagens, questão fundamental que foi eletrificada nos filmes do coletivo Dziga Vertov, realizados por Godard, Jean-Pierre Gorin e outras figuras a partir de 1968. Por mais que sejam imediatamente associadas aos temas políticos abordados, há muito mais para se investigar nessas obras. Se muitas vezes elas parecem se fechar como a porta de L’amour e não se apresentam como um cinema reconhecível dentro de qualquer estrutura, é porque a guerra declarada por Godard e Gorin ia muito além da febre maoísta.

É interessante observar que boa parte dos filmes do Grupo Dziga Vertov inicia com discursos ideológicos, principalmente em relação à luta de classes marxista tão em voga naquele período, mas se desenvolve em investigações instigantes sobre a luta entre imagens e sons. Godard e seus camaradas partem da análise política e, naturalmente, acabam passando para a discussão sobre como o cinema deve agir dentro desse contexto. O interesse era sempre o cinema. Mais do que a utopia revolucionária de mudar o mundo, havia a vontade de mudar as imagens do mundo. O certo é que Godard mudou o mundo das imagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s