kazan e os demônios

É tão bom quando se percebe uma alta dose de artesanato nas produções hollywoodianas. Em Pânico nas Ruas, de 1950, a mão de Elia Kazan parece muito mais presente do que em outras obras até mais badaladas de sua filmografia. Não é uma obra-prima, longe disso, mas é repleto de seqüências pra lá de inventivas.

Logo nas primeiras cenas, uma câmera bem solta introduz um inferninho. Quem comanda a jogatina é  a maçã do rosto mais sinistra da história do cinema, Mr. Jack Palance. Um estrangeiro dá um calote, sai correndo e os capangas de Palance têm que ir atrás. Segue um plano-seqüência maravilhoso,  com direito a um trem tirando fino de um dos personagens. A discreta e certeira câmera de Kazan dá todo espaço para os corpos e sombras entrarem em ação. Poucas obras engrenam de forma tão impactante.

Sempre com maestria, Kazan usa e abusa do plano-seqüência e de travellings arrojados, como no desfecho nas docas de New Orleans. E há poucos cortes até nos diálogos mais banais,  algo não muito comum em outros filmes do mesmo período do cineasta. Não é aquele festival de corta para quem pede a voz.

Meu amigo João Harpa, especialista em cinema norte-americano e quem me apresentou boa parte das coisas boas,  sempre reclama que esse filme começa 5 estrelas, mas vai perdendo 1 a cada meia hora. Ele prefere o Kazan mais maduro de Sindicato de Ladrões (1954) e America, America (1963).

Concordo que Sindicato de Ladrões é praticamente imbatível na filmografia de Kazan. É o tipo do filme para exemplificar quando Hollywood é simplesmente perfeita. Mas ainda prefiro Pânico nas Ruas do que outros clássicos do diretor. Uma Rua Chamada Pecado (1951), por exemplo, parece tão trancado quanto a insanidade da protagonista. A partir do momento em que ela solta os demônios, o filme também solta os seus. E Pânico das Ruas é Kazan com os demônios todos para fora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s